Ozonioterapia

COVID19
10 de julho de 2020

Uma das maiores descobertas da história a Ozonioterapia resulta no procedimento terapêutico de aplicar uma mistura de gases oxigênio e ozônio. Pode ser administrado por diversas vias do corpo. Usada no tratamento de um amplo número de patologias, pode ser aplicada de modo isolado e complementar. As aplicações são aconselhadas pelo motivo do Ozônio possuir propriedades antiinflamatórias, antissépticas, e modulação do estresse oxidativo. Além disso, melhora a circulação periférica e oxigenação. A água ozonizada é uma aplicação muito comum nela concentrações de ozônio são inseridas ao líquido para que aja diretamente sob os pontos do corpo em que tiverem contato, o que torna seu uso recorrente em tratamentos de canal, por exemplo.

Pode se imaginar o amplo número de patologias em que a Ozonioterapia é administrada na odontologia graças aos seus inúmeros efeitos benéfica e a redução de riscos e efeitos adversos. Segue algumas finalidades:

• Tratamento complementar da doença periodontal;
• Redução da sensibilidade após procedimentos cirúrgicos;
• Tratamento de quadros com infecções ou inflamações; podendo ser usada no formato de irrigação em cirurgias para diminuir risco de infecções;
• Suporte no tratamento de disfunção temporomandibular;
• Combate dos micro-organismos que causam a cárie;
• Aceleração do processo de reparo tecidual após cirurgias;
• Eliminação de fungos que, normalmente, aderem às dentaduras ou próteses;
• Auxílio no tratamento de necrose do osso maxilar;
• Combate das infecções relacionadas aos problemas de canal

Por fim, os óleos ozonizados também são amplamente recomendados por dentistas, principalmente para o controle das feridas provocadas pelo herpes.

Agendamento
Agende agora seu Horário!