Ortodontia

Endodontia
10 de julho de 2020
Invisalign
10 de julho de 2020

Ortodontia é a especialidade da Odontologia que estuda o crescimento e desenvolvimento da face, bem como o desenvolvimento das dentições decídua (de leite), mista e permanente e seus desvios de normalidade, prevenindo, interceptando e corrigindo as más oclusões dentárias. Quem já usou aparelho ortodôntico reconhece: um sorriso bem alinhado representa também uma melhora das funções mastigatórias, um ganho na estética facial e na qualidade de vida.

A ortodontia é uma das especialidades odontológicas que mais têm avançado nos últimos anos. Acompanhada de perto pelos avanços tecnológicos de materiais dentários e aparelhos ortodônticos, a ortodontia restitui ao indivíduo funções biológicas e estéticas que foram alteradas por problemas hereditários, hábitos ou má-formação congênita dos dentes e dos ossos. O ideal é que todos os seus dentes se encaixem de forma correta, permitindo o crescimento harmonioso dos ossos da face. Desta forma, a mastigação e a fala ficam perfeitas, a língua, os músculos da bochecha e os lábios mantêm os dentes alinhados e o sorriso, bonito. Essas características, entretanto, estão presentes em uma mínima parcela da população.


Qual a época ideal para iniciar um tratamento ortodôntico?

A primeira visita ao ortodontista deve ser feita durante a troca dos dentes de leite pelos permanentes, entre os 6 ou 7 anos de idade. Nessa época, o profissional de ortodontia terá melhores condições de diagnosticar os problemas do paciente e planejar seu tratamento já que um dos grandes dilemas enfrentados pelos ortodontistas é intervir ou não antes do aparecimento dos dentes permanentes.


Porque o tratamento ortodôntico é importante?

Todo mundo quer um sorriso bonito – e todo mundo deveria ter um. O objetivo do ortodontista é alcançar essa meta para os pacientes. Dentes apinhados e tortos são difíceis de limpar e manter. Isso pode contribuir para condições que causam, não apenas cáries dentais, mas, eventualmente, doenças periodontais e perda dentária.


APARELHOS FIXOS METÁLICOS

Esse tipo de aparelho convencional é fixo aos dentes com substâncias adesivas adequadas. O aparelho dentário fixo convencional é composto por bandas, fios, braquetes e elásticos.



APARELHO ESTÉTICO

O aparelho estético tem a mesma função que o aparelho dentário convencional de metal, ou seja, corrigir dentes tortos e desalinhados, a diferença é que ele é feito de porcelana ou safira o que o torna quase imperceptível.



APARELHO DENTÁRIO DE CONTENÇÃO

O aparelho de contenção é colocado imediatamente após a retirada do aparelho fixo. Ele serve, como o próprio nome diz, para evitar que os dentes se movimentem após o ajuste da oclusão e faz parte do tratamento ortodôntico. Como você pode ver, o tratamento ortodôntico não acaba quando o aparelho fixo é removido, ele apenas muda de fase.



APARELHOS MÓVEIS ORTOPÉDICOS

O aparelho de ortopedia maxilar é muito útil para o tratamento ortodôntico em caso de desarmonia entre as bases ósseas, entretanto, a grande dificuldade da ortopedia é a colaboração do paciente. O aparelho é móvel e deve ser usado em tempo integral, para que se obtenham alterações neuromusculares e ósseas. Esse tipo de aparelho atua durante o período de crescimento, inibindo ou estimulando o desenvolvimento das bases ósseas, ou ainda, redirecionando uma tendência de crescimento desfavorável, por isso não é indicado para uso em adultos.



APARELHOS AUTOLIGAVÉIS

Aparelho autoligável é a tecnologia mais moderna hoje para tratamentos ortodônticos fixos. Esse tipo de aparelho ortodôntico conta com um mínimo atrito entre o braquete e o arco, podendo assim utilizar forças levíssimas sobre os dentes, aumentando o conforto e diminuindo em até 30% o tempo em relação aos tratamentos convencionais. Essa técnica diminui, inclusive, a quantidade de consultas ortodônticas para a manutenção do aparelho, facilitando a vida de todos os usuários com menos idas ao dentista.



MINI IMPLANTES

Utilização de miniparafusos para a movimentação dentária. Indicada em casos que necessitam de ancoragem máxima (movimentação de um dente ou grupo de dentes sem que outros se movimentem). A força é exercida sobre o parafuso. Permite um maior controle do tratamento pelo ortodontista sem a necessidade de colaboração do paciente e diminui o tempo de tratamento. O mini-implante é uma das mais recentes inovações tecnológicas no auxílio do tratamento ortodôntico e tem sido utilizado com rotina na nossa clínica.


Um sorriso perfeito está mais perto do que você imagina! Agende sua consulta de avaliação conosco.


Agendamento
Agende agora seu Horário!